MY PLAYLIST


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A SEGUNDA VINDA DE CRISTO: O PONTO FINAL DA HISTÓRIA REDENTIVA





O A.T. não ensina um futuro reino milenar de Cristo. Os profetas veterotestamentários falam uniformemente sobre o reino perene do Messias e suas bênçãos perpétuas. Com respeito à revelação do NT em relação ao futuro, porém, temos de dizer mesmo mais que isso.

O N.T. não apenas não ensina sobre o reino milenar – como faz sobre a segunda vinda de Cristo – como também considera um reino milenar terreno em seguida ao retorno de Cristo. 


Porque o N.T. revela claramente que os eventos seguintes após a segunda volta de JESUS serão todos simultâneos, isto é, ocorrerá juntamente em um grupo de eventos finais, um grande e dramático encerramento da história da redenção: a segunda vinda de Cristo, a ressurreição dos crentes (e a “transformação” dos crentes vivos em um corpo incorruptível),

51. “Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,”

(1° Corintio 15: 51)


A ressurreição dos ímpios (pois todo olho o verá, em seguida voltam ao pó da terra. Ojulgamento de todos (durante o milênio no Céu), o fim, os novos céus e a nova terra a terra já transformada durante o milênio), e a inauguração do reino final de Deus, a bendita condição eterna dos regatados.

Porque isso será assim, por que a Bíblia tem de ser mal interpretada se for interpretada artificialmente, de forma não ajustar-se a um período milenar depois do retorno de Cristo (um período), separando a ressurreição dos ímpios da ressurreição dos justos, o julgamento daqueles da vinda de Cristo e o julgamento dos crentes, e em seguida a renovação cósmica (um novo céu e uma nova terra) da vinda de Cristo, Não é a terra que se transformará num piscar d’ôlhos são os crentes que serão transformados de corruptível para incorrupítivel e serão levados até as nuvens do céupara retornar ao céu e lá ficar por mil anos com JESUS concluindo os eventos da segunda vinda do MESTRE.


Em nosso estudo das muitas passagens do NT, que faremos, o nosso ponto principal é a ocorrência de todos esses temíveis eventos finais. Examinaremos muitos detalhes para chegar a conclusões, mas...

“Será importante não trocar a floresta pelas árvores”.

CARLOS P. MACEDO

Quando a ocorrência de todos esses eventos finais é reconhecida, o quadro escatológico resultante é simples. Alguns vêem essa simplicidade como uma franqueza exacerbada do milenarismo. Mas não devemos confundir simplicidade com superficialidade ou complexidade com profundidade. Temos espaço para considerar uma amostra da revelação do N.T.

O FILÓSOFO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário